HEROVIDEO 24: Abertura de Digimon com Pokemons!


pokemon x digimon

Você nunca viu nada igual! Um grupo de fãs resolveu brincar com as duas maiores franquias de monstrinhos do mundo anime e gamer: Pokemon, o gigante da Nintendo, e Digimon. A primeira abertura de Pokemon pode ser muito bela, mas nada se compara a mostrar as evoluções dos Digimons com poderes destrutivos cada vez maiores em uma interação dinâmica com seus digiescolhidos.

Então porque não colocar Ash e seu inseparável Pikachu no lugar de Tai Kamiya, Matt Ishida, T.K e dos outros com os 150 pokemons originais (pra mim, os únicos que valem a pena) no lugar dos digimons? Esse mashup vocês conferem agora.

Incrivel ou não?

Por: Dr. M. Barreto e Denis Bastos

Adicione-nos no YoutubeFacebook Twitter. Entre também no grupo do face HEROPOWER.

Leia Também:

HEROVIDEO 5: Abertura suprema dos Animes

Another – um anime de mistérios, suspense e sucesso

Yu Yu Hakushô, o Anime Perfeito

Imagens da Semana 11: Cross over em animes de CDZ, Pokemon e DBZ

Os Cavaleiros do Zodíaco – Lenda do Santuário: Trailer do filme caiu na net!

Imagens da Semana 12: Personagens realistas whatever 1 – transformers, rattata e rei leão


Por: Dr. M. Barreto

Nós já vimos os Vilões de Dragonball em versão realista e agora nós separamos 3 imagens peculiares de heróis e criaturas no mundo real.

Primeiro, ele que é o líder de uma raça alienigena robótica do bem: Optimus Prime, lider dos Autobots!

Transformers realista optimus prime

Depois temos um Pokémon rato do campo, ninguém menos que Rattata!!!

Rattata pokemon real

E por ultimo, porém não menos importante, o suricate e o javali mais queridos do cinema mundial, aqueles que roubaram a cena do Rei Leão, no filme do Rei Leão!! São Timão e Pumba!!!

Timão e pumba real rei leão

Dá até vontade de cantar:

Hakuna Matata, é lindo dizer, Hakuna Matata você vai entender! Os seus problemas você deve esquecer, isso é viver, é aprender, Hakuna Matata!!!

Adicione-nos no Youtube, Facebook e Twitter.

Leia também:

The Kira Justice: Nerd e animesongs em versão Rock!

Imagens da semana 3: Zoando Harry Potter e Crespúsculo

Lanterna Verde – Filme do superherói decepciona o universo

The Walking Dead: The game – o jogo tem seu primeiro trailer

Conan – O Bárbaro que conquistou o mundo

Imagens da Semana 11: Cross over em animes de CDZ, Pokemon e DBZ


Por: Dr. M. Barreto

Mais imagens, mais anime, mais heróis!!!

Cross Over é o termo em inglês para cruzamento, que nas diversas mídias de entretenimento acontece quando mais de uma franquia se interceptam.

Hoje veremos alguns exemplos engraçados de cross overs e zoações desenhados por fãs.

E se os Cavaleiros de Ouro de Lost Canvas fossem… empregadas domésticas!!?

 domesticas cavaleiros do zodiaco lost canvas

E se os personagens de Bob Esponja fosse… guerreiros Z! (diretamente saído da idéia de E se Dragonball fosse americano)

Bob esponja dbz

Dragon Ball Zodiaco?

Dragon zodiaco

Ou Goku, Seiya, Hyoga e… Vegeta!

Dragon ball cavaleiros Zodiaco Z

Só sei que os Pokémons não mandam no mundo… o Pikachu é quem manda!

Pikachu dominando o mundo

Lembrando que são apenas imagens de artistas avulsos, não fazendo parte de histórias oficiais publicadas sobre Dragonball.

Promoção você no Herói X: Se tem uma sugestão de imagem para complementar este post, de TEMA ou imagem para as próximas, envie para heroisx3@gmail.com e tenha seu Contato publicado em nosso site junto com sua idéia.

Adicione-nos no Youtube, Facebook e Twitter.

Leia Também:

Os Vingadores (The Avengers) – Trailer completo do Superbowl dublado

Saint Seiya Senki: Veja a abertura do game de ps3 dos Cavaleiros do Zodiaco

Muppets – O Filme: Quando a infância encontra a maturidade

Death Note – Quando se estraga a melhor idéia

Another – um anime de mistérios, suspense e sucesso

Imagens da semana 4 – Pucca, animais e o tesouro do Kiko


Por: M. Barreto

Mais uma quarta feira com grande achados de memes e tirinhas da internet.

Pucca meme

Nunca me ocorreu correlacionar Pucca e café capuccino.

Isso que é fome animal. Esse cachorro contrasta bastante com o gato da edição anterior.

Cachorro faminto com ração na placa

Não é qualquer um que faz o que esse gato fez.

Gato salvando o mundo

E esse outro veio diretamente de Pokémon! Nosso querido Pikachu!

E com o perdão do trocadilho, o nosso tesouro!

Kiko tesouro do chaves

Pôster do Kiko de Chaves baseado no filme brasileiro Besouro! Como o próprio Kiko diria: Que coisa não?

Isso é tudo, pessoal!

Adicione-nos no Youtube, Facebook e Twitter.

The Kira Justice: Nerd e animesongs em versão Rock!


The kira justice poster

Por: M. Barreto

A Banda The Kira Justice, reconhecida por trazer animesongs em versão rock, gravou uma versão da clássica abertura de Os Cavaleiros do Zodíaco, aquela mesma dos velhos tempos da Rede Manchete.

Taxada como infantil pelas vozes das crianças Larissa Tassi e Willian (Não, não era Sandy e Júnior!), a música se revela mais do que nostálgica, um verdadeiro épico.

A felicidade por ver esta música restaurada pelo rock, abriu a possibilidade do Herói X falar destes incríveis 4 jovens que ajudam a manter a chama do #HEROPOWER dos anos 90 acesa.

The Kira Justice começou sua jornada no ano de 2007, em Porto Alegre, Rio Grande do Sul. O quarteto fantástico é composto por amigos: O baterista Rafa, a baixista Alice, e os irmãos Matheus e Sarisa nos vocais.

Em menos de dois anos de estrada a banda já possuía reconhecimento e projeção nacional. The Kira Justice ganhou os palcos de vários festivais, se apresentando em várias cidades brasileiras e até no Anime Friends, além de ter tocado com a banda japonesa Monoral, foi alvo de matérias em revistas (Como NeoTokyo) e na TV.

No repertório, músicas de aberturas de animes como Pokémon, Cavaleiros do Zodíaco, Digimon, Dragon Ball, além de outros clássicos nerds como Chaves, Os Simpsons e Star Wars (Eles tem uma versão da Marcha Imperial, perfeita!). As composições da banda são todas inspiradas nos clássicos dos anos 80 e 90 da TV, com uma dose de Rock, ou seja, são nerds roqueiros que cresceram e apareceram!

Conheça as canções da Banda The Kira Justice, que são distribuídas gratuitamente na internet.

Outras músicas da banda

Pokemon Theme- Abertura da Record

Digimon Adventures Theme– Abertura da Globo (sim, a mesma da Angélica!)

Dragon Ball Z – Tema da fase de Majim Boo (We Gotta Power)

Como eu disse anteriormente, esses são jovens que buscaram seus sonhos e conseguiram. É uma jornada árdua, cheia de obstáculos, decepções e inseguranças. Mas a verdadeira vitória chega para aqueles que perseveram, sem nunca olhar para trás. Uma batalha que se trava um dia de cada vez, todos os dias. Parabéns The Kira Justice.

Adicione-nos no Youtube, Facebook e Twitter.

Leia também:

Yu Yu Hakushô, o Anime Perfeito

Cavaleiros do Zodíaco: Bandai fará armaduras em tamanho real!

Modinha não! Naruto tem seu valor

Tengen Toppa Gurren Lagann

E se Dragonball fosse americano?

Jornada Pokémon em Live Action!?


pokemon live action cosplay

Por essa o mundo nerd/otaku/geek não esperava. Há 4 dias surgiu um vídeo que, de acordo com o site Shogun Gamer, são os 30 segundos finais de um trailler de 3 minutos de um filme live action da série da Nintendo, Pokémon!

Foi dito que um participante da produção gravou este pequeno video.

Sabendo que os filmes fanmades têm aparecido aos montes na internet, não me surpreenderia se este fosse mais um.

Apesar de rápido, vemos que são atores ocidentais e que os monstrinhos de bolso (Pocket Monsters) são feitos em CG.

Para quem não se lembra ou não conhece Pokemon: Esta é um das maiores franquias da Nintendo com dezenas de jogos, card games, brinquedos, etc e mais de 10 temporadas de anime! Este conta a história de Ash, um jovem treinador de Pokémon, que parte em sua jornada em busca de se tornar um mestre, capturando os melhores monstros. Contudo, Ash descobre que amizade, determinação e coração são os atributos que mais valem em um duelo Pokémon do que aliados poderosos.

Em breve mais notícias, pois lembre-se…

Temos que pegar!

Leia também

Yu Yu Hakushô, o Anime Perfeito

Tengen Toppa Gurren Lagann

Superman live action: Através das Eras

Karatê Kid: Qualidades vs Saudosismo

Fullmetal Alchemist: Da alquimia ao sucesso

Entre no Herói X no Orkut.

Quando o Pokémon não evolui


Ash e Charizard Pokemon

Por: M. Barreto

Esse meu jeito de viver/ ninguém nunca foi igual/ a minha vida é fazer/ o bem vencer o mau”. Logo após essa frase somos apresentados a um mundo alternativo onde pessoas convivem com formas animais superpoderosas chamadas Pokémons capazes de sofrer uma evolução instantânea tornando-se ainda mais fortes. São criaturas que sob a tutela de treinadores se tornam combatentes em famosos torneios  Conhecemos também Ash Ketchum um garoto de 10 anos que inicia sua jornada pokémon com seu Pikachu, um roedor elétrico capaz de dar choques de até 10000 volts e com o sonho de se tornar o maior Mestre Pokémon de todos. Unem-se a eles Misty, uma garota treinadora de pokemons aquáticos meiga, mas meio mandona e Brock, um criador das criaturas de Pedra que se apaixona por todas as mulheres bonitas da série.

Brock foi o primeiro grande desafio de Ash e Pikachu, pois ele era um treinador de Ginásio pokémon. Para tornar as coisas mais simples de entender, os treinadores pokémons têm que enfrentar líderes de Ginásios para assim conseguir insígnias, e ao juntar oito delas participarem da Liga Pokémon, um torneio que lembra muito as Olimpíadas. Então Ash derrotou Brock e os dois se tornaram amigos (coisa muito comum nos animes). E nesse ínterim aparece a Equipe Rocket, uma organização que busca capturar pokémons raros, representados pelos cômicos humanos Jesse e James e pelo pokémon Meowth (leia-se Miau), um pokemon falante tentando capturar Pikachu após ver que seu choque é tão forte que vence a vantagem dos pokemons de pedra em relação aos tipos elétricos. Com o passar do tempo Ash captura novos Pokémons como Caterpie, Pidgeotto, Bulbassauro, Squirtle e Charmander.

As aventuras se sucedem, Ash enfrenta treinadores em amistosos, nos ginásios e também a Equipe Rocket por diversos emocionantes episódios, cheios de pequenas reviravoltas e tramas simples, mas envolventes. Vemos Caterpie, uma lagarta se encasular em Metapoid e depois virar a borboleta Butterfree. Também o meigo e fiel dragãozinho-vermelho-com-fogo-no-rabo (literalmente) Charmander evoluir ao invocado Charmeleon e depois ao poderoso Charizard, que seria o pokémon mais forte de Ash, mas também igualmente rebelde (é o Vegeta/Ikki/Hiei de Pokémon).

Ash chega à Liga e é derrotado quando já estava nas partidas finais da competição. Nada mais justo, visto que ele ainda não era um mestre pokémons, faltava-lhe amadurecimento e maturidade para vencer. Mas dali a quatro anos haveria outra Liga e então quem sabe Ash não estaria pronto. Fato curioso nos animes e mesmo em séries live-action é que nos podemos acompanhar a vida e o crescimento de nossos jovens heróis e nos identificarmos com eles quer  porque estejamos crescendo, quer lembrarmos muito bem de como foi essa fase da vida.

Todavia, com mais de 10 temporadas, Pokémon não evoluiu! Ash ainda tem 10 anos e continua perdido em alguma floresta, eventualmente lutando contra algum treinador e sempre enfrentando a mesma Equipe Rocket. Tentaram adicionar centenas dee novos Pokémons aos 150 originais, trocaram as roupas de Ash e lhe deram novos amigos como se isso melhorasse as coisas. Mas se você assistir Pokémon hoje, verá a mesma coisa que há 12 anos atrás só que menos original. Ash ainda não se tornou um mestre Pokémon, Misty está mais apaixonada por ele do que nunca e nem um beijo rolou, Brock estuda os monstrinhos há anos e ainda parece não saber nada. O Pokémon não evoluiu!

O resultado é que dificilmente se encontrará um fã que tenha resistido a 10 anos de mesmice e ainda assista o anime fielmente, diferente de outros animes como Cavaleiro do Zodíaco e Dragonball que já possuem 20 anos de estrada e continuam com suas legiões de fãs em franca expansão. O segredo da longevidade está na versatilidade e evolução, um tema recorrente na série que, todavia, parece ter sido aplicada apenas às criaturinhas, mas nunca ao anime.

Um bom exemplo de como Pokémon podia ter evoluído foi o primeiro filme da série, onde Mewtwo (Dublado por Guilherme Briggs), um clone evoluído e melhorado de um pokémon psíquico lendário, se revolta contra os criadores e resolve mostrar ao mundo que os clones também querem seu lugar ao Sol. Uma temática mais séria e adulta com abordagens muito interessantes durante toda a película sobre clonagem, preconceito e superação garantem o seu ingresso ou o aluguel do DVD num raro momento em que um filme fica melhor que o original.

Bem, Ash não se tornou o maior Mestre pokémon de todos, não se casou com Misty, não teve um filho chamado Brock e não derrotou o líder da Equipe Rocket usando um ataque combinado de Pikachu e Charizard (não estou viajando muito nessa parte, esses dois já lutaram juntos no terceiro filme que é bem legal de se ver), mas Pokémon ainda está por aí e talvez fique por muito tempo enquanto existam crianças de 12 anos que o assistam. Contudo, espero um dia ligar a TV e ver Ash com 30 anos com um Pikachu de orelhas brancas falando a seu filho dos  mais raros Pokémons de sua jornada.

Adicione-nos no Facebook e Twitter.

Leia Também:

Vaza Vídeo das Filmagens do Novo Homem Aranha

Sailor Moon S em DVD – Lançamento exemplar!

ThunderCats remake: Veja um incrível trailer da animação!

Acervo: YYH – Tema do Funeral de Yusuke!

Tengen Toppa Gurren Lagann

%d blogueiros gostam disto: